Publicado em: 20/10/2021 às 05:25

Alexandre Bustamante discute ações de Segurança Pública aos estabelecimentos farmacêuticos com CRF-MT, Sinfar e Sincofarma

-
Soraya Medeiros - Assessoria de imprensa

Foto Por: -

A violência tem crescido muito para os proprietários de farmácias e drogarias no último mês, em Cuiabá. Somente no mês de setembro, duas vezes por semana, uma farmácia ou drogaria foi assaltada, deixando os farmacêuticos, colaboradores e a população assustados.

O Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso (CRF-MT), juntamente com o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Mato Grosso (Sincofarma-MT) e o Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Mato Grosso (Sinfar-MT), reuniram-se nesta terça-feira (19.10) com o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante para discutir ações de Segurança Pública voltadas aos estabelecimentos farmacêuticos de Mato Grosso.

O presidente do CRF-MT, Iberê Ferreira da Silva Junior explica que é muito importante discutir a segurança pública para as farmácias e drogarias de Mato Grosso. “Temos observado a ocorrência de vários assaltos nestes estabelecimentos, e por isso, viemos solicitar o apoio do secretário Bustamante nesta demanda. Quero agradecê-lo por ele ter nos recebido e colocado toda a sua equipe a nossa disposição, para que juntos, possamos solucionar este problema que afeta a todos do seguimento Farmacêutico”.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, ressalta que para o trabalho da polícia funcionar é necessário que as empresas e envolvidos, registrem os boletins de ocorrências, gerando assim estatísticas necessárias para o trabalho integrado das forças de segurança.  “Se não tivermos esses registros, não tem como o processo de investigação caminhar de forma sistêmica. Desta forma, teremos um conjunto isolado de assaltos, sem ter a possibilidade de chegarmos a uma estatística, para que possamos enfrentar a criminalidade nestes estabelecimentos”, esclareceu.

O presidente do Sincofarma, Hamilton Domingos Teixeira destaca que irá passar estas orientações a todos os proprietários de farmácias e drogarias, para que os mesmos façam os registros dos boletins de ocorrências. “Precisamos que todos façam a sua parte para resguardamos tanto os estabelecimentos, quanto os funcionários”, alerta.

Bustamante informa que além da ação dos órgãos de segurança é importante que a população fique atenta, evite se colocar em situações e momentos de extrema vulnerabilidade ou descuido que favoreça a prática criminosa. Além disso, é necessário efetuar boletim de ocorrência, para que as autoridades tenham a informação real da incidência criminosa no município.

O vice-presidente do Sinfar, Devanil Roza Fernandes afirma que os proprietários de farmácias e drogarias estão com muito medo devido ao aumento de assalto que vem ocorrendo em Cuiabá. “Os motivos do aumento da criminalidade são vários, desde as questões sociais que o país vive, usuários de drogas, pessoas que querem vida fácil e também pela pandemia que estamos enfrentando. Por isso, viemos buscar ajuda do poder público para fazermos essas ações conjuntas”, concluiu.

Fonte: Soraya Medeiros - Assessoria de imprensa

Quem Somos

Paranaíta On Line "Responsabilidade na Informação" Paranaíta - Mato Grosso - Brasil

Categorias

Enquete

O que você achou do novo visual do site? Dê sua opinião e nos ajude a melhorar nossa plataforma.

Copyright © 2021 - Paranaíta Online - Todos os direitos reservados.