Bom dia, hoje é quinta-feira 02 de Julho de 2020

Mato Grosso teve segundo pior índice de isolamento social do país no último sábado
Publicado em: 11/05/2020 ás 08:35:00
Fonte: Olhar Direto

A porcentagem de pessoas que respeitaram o isolamento social em Mato Grosso no último final de semana mostrou uma queda acentuada. No sábado, o estado foi o segundo pior do Brasil neste quesito, e no domingo, o terceiro pior. Os dados são da plataforma ‘In Loco’, que analisa a localização dos celulares. O pior estado, nos dois dias, foi Goiás.

Leia também:
Mato Grosso registra 17 casos de coronavírus e uma morte em 24 horas
 
No último sábado (9), Mato Grosso tinha, segundo esta plataforma, 38,04% de isolamento. Ou seja, 61,6% dos cadastrados estava se movimentando pela cidade ou pelo estado. O pior estado, neste dia, foi Goiás, com 37,45%, e o melhor, Ceará, com 50,76%.


 
Já no domingo (10), dia das mães, a taxa de isolamento subiu timidamente: 41,79% em Mato Grosso, deixando para trás Roraima (41,79%) e Goiás (40,08%). Neste dia, o Pará, que está em ‘lockdown’ (regras mais rígidas em relação ao isolamento social), chegou à taxa de 54,95%.


 
Para se ter uma ideia, no dia 4 de maio, última segunda-feira, os dados já eram desanimadores: quarto pior da lista, Mato Grosso tinha 39,32% de isolamento. Atrás estavam apenas Mato Grosso do Sul (38,7%), Goiás (38,33%) e Tocantins (37,01%).

Mato Grosso alcançou 519 casos do novo coronavírus (Covid-19) e 18 óbitos, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) do último domingo (10). 
 
Entenda
 
A InLoco, realizadora da pesquisa, trabalha para desenvolver a tecnologia de localização “mais precisa do mundo” que, hoje, é 30 vezes mais precisa que a do GPS, por exemplo, premiada por órgãos reconhecidos em computação, como ACM - Conference on Economics and Computation e o Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), nos EUA.
 
O índice de Isolamento Social foi criado para ajudar no combate ao novo coronavirus (Covid-19) e fornecer dados a institutos de pesquisa. Os dados de localização só são captados com autorização  do usuário. Não são coletadas informações como nome, RG ou CPF.

Notícias relacionadas