Bom dia, hoje é terça-feira 20 de Agosto de 2019

Doença provocada pelo consumo da carne de tucunaré é Fake News
''Circula nas redes sociais que 400 pessoas teriam sido contaminadas pelo parasita Gnastoma Spirinelis, que sequer existe, e vídeo de suposta vítima, na verdade, foi gravado na Índia''
Publicado em: 19/07/2019 ás 17:22:00
Fonte: Pesca e Companhia

A história de que 400 pessoas foram contaminadas pelo consumo de carne crua de tucunaré é Fake News. Não há nenhum registro oficial recente da doença provocada pelo parasita “Gnastoma Spirinelis”, de acordo com o Ministério da Saúde. E tampouco o vídeo de um verme sendo retirado do olho de um homem afetado se deu no Brasil.

A mensagem que circula sobretudo nos grupos de Whatsapp cita o verme “Gnastoma Spirinelis”. De acordo com nota do Ministério da Saúde enviada ao site G1, este parasita não existe.

“O que há relatos na literatura mundial é de uma doença chamada gnostostomíase, causada por várias espécies de vermes parasitas do gênero Gnathostoma, com registros de casos em humanos, mas principalmente em áreas tropicais e subtropicais, sendo mais comumente diagnosticada na Ásia”, esclarece.

Um levantamento feito pelo site Boatos.org monstra que o número de 400 casos, na verdade, é uma realidade do Japão – o país com maior incidência desta verminose (gnostostomíase) contraída pelo consumo de peixes crus.

Outro ponto importante é que uma mensagem cita “Marcos Parisi de Votuporanga (SP)”, quem teria pescado o tucunaré no Rio Tietê, em São Paulo, e ficado doente. Em outro envio, o mesmo alerta cita o médico Jader Petrucelli, quem “já estaria se tratando”.

Em ambos casos aparece um verme gigantesco sendo retirado de um olho humano. Na verdade, trata-se da gravação de um indiano divulgada por meio de canais do YouTube e até mesmo foi destaque da Revista Galileu.

As mensagens recebidas pela redação da Pesca & Companhia:

“Alguém conhece a doença Gnatostomiase ou já ouviu falar? Meu nome é Jader Petrucelli, sou pescador e sou médico, alguns do grupo já me conhecem .Venho fazer um alerta , essa doença é transmitida pela ingestão de peixe cru . Infelizmente estão aparecendo casos desta patologia principalmente em pescadores que consumiram tucunaré cru … eu fui diagnosticado hoje e já comecei o tratamento de 21 dias de medicação”.

“Atenção pescadores de Tucunaré, este é o Gnastoma Spirinelis que o Marco Parisi de Votuporanga contraiu após comer um tucunaré. Já são mais de 400 casos da doença pelo consumo de tucunaré no Brasil. É grave e pode ir para o olho , cérebro e fígado. A recomendação é não consumir (principalmente sashimis) o peixe”.

Este tipo de mentira serve para beneficiar quem? Eis a pergunta que pode ter diversas respostas!

Notícias relacionadas